Publicidade  |  Anuncie
  Logo mais: Reprise / Morde & Assopra - começa às 05:00  
Rodízio de Patrocínio essa é a meta do Tricolor

Quarta-feira, 08 de Outubro de 2014



Em tempos de poucos patrocínios no futebol brasileiro, o São Paulo irá tentar assinar novos contratos num esquema que já foi tentado, sem sucesso, pelo Flamengo: rodízio de marcas. As diretorias de marketing e comercial são-paulinas dividiram a camisa tricolor em quatro cotas – peito, costas, lateral e barra – e querem R$ 9 milhões anuais por cada uma delas. Assim, na melhor hipótese, o faturamento apenas com patrocínios no uniforme chegaria a R$ 36 milhões por ano.

Todas patrocinadoras teriam as mesmas propriedades. Além da camisa, há camarotes no Morumbi, placas publicitárias pelo estádio, uniforme de treino, site e perfis oficiais em redes sociais e backdrops, placa usada como fundo em entrevistas que, inclusive, também teria um rodízio próprio. Num dia a marca fica em um espaço menor, noutro ocupa um maior. “A gente consegue trabalhar isso como se fossem quatro patrocinadores máster”, diz Marcelo Pepe, diretor comercial do São Paulo, ao blog.

Cada uma teria o mesmo número de vezes no espaço nobre da camisa em jogos transmitidos pelas TVs aberta, fechada e pay-per-view. Esta divisão igualitária seria garantida por contrato. 

O projeto foi concebido por Ruy Barbosa, diretor de marketing são-paulino, e agora está sendo executado por ambos os dirigentes. O mercado, conta Pepe, tem se mostrado receptivo à ideia. Há duas fabricantes de automóveis que já negociam, e há uma empresa que se dispôs a comprar duas cotas. Isso aconteceria no caso de um grupo que tenha duas grandes marcas desejar ver ambas expostas no uniforme. Foi mais ou menos assim que o Corinthians, a partir de 2009, ocupou a camisa com várias marcas pertencentes à Hypermarcas.

O conceito foi testado pelo Flamengo logo que Eduardo Bandeira de Mello assumiu o clube, no fim de 2012. Luiz Eduardo Baptista, “Bap”, vice-presidente de marketing, era adepto do rodízio e o prometeu quando chegou ao clube. Mas logo que a Peugeot assinou contrato, semanas depois, os planos mudaram. A montadora ficou no peito somente até a chegada da Caixa, que tem o espaço até hoje, e depois pulou para as costas do uniforme, onde também está até hoje.

Adeus, patrocínios pontuais!
Vender quatro cotas de R$ 9 milhões com os mesmos direitos acarreta, na prática, no fim dos patrocínios pontuais. Afinal, sairia muito mais barato para uma empresa pagar R$ 300 mil para ter a marca exibida no peito da camisa só num clássico contra o Corinthians, mais valioso por ter transmissão em TV aberta, do que pagar várias vezes este valor para aparecer o ano todo em jogos de menor visibilidade, como os do Campeonato Paulista. Só que para o São Paulo é muito mais lucrativo e seguro ter patrocinadores o ano todo por valores maiores. 

“O patrocínio pontual é muito importante, só que eu não posso fazer um pontual se estou trabalhando forte para ter um patrocinador máster. Funciona quando você já tem marcas na camisa e pode usar as demais para gerar caixa, mas não neste esquema de rodízio”, diz Pepe.

Ainda é cedo para condenar ou elogiar a fórmula são-paulina, mas é fato que é resultado de um contexto difícil para clubes brasileiros. Hoje, não fosse o investimento da Caixa em sete dos principais times do país, não fosse as presenças de longa data de Banrisul e Unimed nos gaúchos e no Fluminense, o cenário seria catastrófico. 

Clubes culpam a Copa do Mundo por ter sugado todo o investimento da iniciativa privada em 2014, mas também é notória a incapacidade deles de oferecer retorno palpável a patrocinadores. Em geral, há somente aparições de marcas em uniformes na TV, e mesmo esta contrapartida foi enfraquecida a partir do momento em que camisas passaram a ter cinco, seis, sete logotipos. O consumidor mal lembra qual é a patrocinadora. 

Por isso a proposta do São Paulo pode ser promissora. Se funcionasse, este modelo deixaria clubes mais seguros financeiramente. Um dos “patrocinadores máster” poderia desfazer o investimento e ainda haveria outros três para garantir receita. Sem ter a exposição da área nobre do uniforme garantida todo jogo, clube e empresa também seriam forçados a criar ações mais criativas para chegar ao consumidor. O futebol brasileiro precisa disso.



NOTÍCIAS ANTERIORES


08/10/2014 13:34 - Time completa, com volta de Prass!



03/10/2014 11:58 - Souza e Alvaro Pereira são punidos no STJD



03/10/2014 11:47 - Corinthians perde 1 mando de campo e multa !



03/10/2014 11:37 - Kaká é convocado por Dunga.



02/10/2014 15:40 - Valdivia liberado pra pegar o Chapecoense



02/10/2014 15:32 - A Crise financeira do Santos



02/10/2014 15:27 - Souza é convocado para servir a Seleção de Dunga.



01/10/2014 16:37 - Palmeiras vai atrás de goleiro e zagueiro do Avaí e recebe um não!



01/10/2014 16:37 - Palmeiras vai atrás de goleiro e zagueiro do Avaí e recebe um não!



01/10/2014 16:35 - Dorival ainda espera reforços.




Ver as notícias mais recentes
Notícias do Estádio 97
ARQUIVO DE NOTÍCIAS  (inclui notícias do Estádio 97)


26/08/2016 11:34 - 14 fatos sobre Avicii que você provavelmente não sabia



26/08/2016 11:31 - DJ Snake assume o topo do ranking da Billboard dos álbuns mais vendidos na seman



26/08/2016 11:24 - Lineup do AMF levanta boatos sobre o possível novo vencedor do DJ Mag Top 100



19/08/2016 12:42 - Confira a lista atualizada dos DJs mais ricos do mundo



19/08/2016 12:37 - A Pizza Hut desenvolveu uma embalagem que se transforma em pick-up para DJs



19/08/2016 12:32 - Numark apresenta toca discos portátil com função para scratch



19/08/2016 12:28 - Vintage Culture assume o TOP 10 de Deep House do Beatport e se prepara para prim



12/08/2016 11:24 - Celebrando a última temporada da Space, Carl Cox grava novo Essential Mix



12/08/2016 11:20 - Ouça agora o novo remix do FTampa para Steve Aoki



10/08/2016 14:12 - Netflix vai lançar novo filme sobre EDM



09/08/2016 14:06 - Ronaldinho Gaúcho revela existência de um projeto com David Guetta



05/08/2016 12:24 - Steve Aoki lança EP “4OKI”; confira



05/08/2016 12:21 - Calvin Harris e Jennifer Lopez podem lançar música juntos



01/08/2016 12:01 - Amsterdam Dance Event anuncia lineup completo e outras novidades



01/08/2016 11:59 - Martin Garrix finalmente lança a tão esperada collab com Bebe Rexha -



01/08/2016 11:57 - Vendas de toca-discos ultrapassam as de CDJs nos EUA -



27/07/2016 14:54 - O Martin Garrix tem estado de olho em produções de talentos brasileiros



13/07/2016 13:27 - O Brazilian Bass mostrou força total com a segunda edição de sua festa em São Pa



07/07/2016 10:45 - Hardwell encerra etapa importante da sua carreira



07/07/2016 10:43 - Diplo dá seis dicas para incrementar as performances ao vivo



07/07/2016 10:40 - TÉQUINÔ ou TECHNICO ?????




Próxima página (mais antigas)

Ver as notícias mais recentes
® 1997-2017 Rádio Energia 97,7 FM - São Paulo / Brasil