Notícias

SP vai manter obrigatoriedade do uso de máscaras em locais públicos

Um novo estudo para uma nova decisão será feito no próximo mês


14/10/2021


CORONAVÍRUS

Informação


(Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio Grande)


A Prefeitura de São Paulo vai manter a obrigatoriedade do uso de máscaras como medida de proteção para evitar a propagação da Covid-19. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (14) pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB), em coletiva de imprensa.

“Só poderemos ter em 10 de novembro um novo estudo com uma nova decisão [sobre o uso das máscaras”, disse o prefeito.

Nunes ainda informou que, em espaços como cinemas e teatros, o distanciamento de 1,5m não será mais obrigatório a partir desta sexta-feira (15), mantendo apenas o uso obrigatório da máscara e apresentando o comprovante de vacinação contra o novo coronavírus.

O distanciamento também não será mais obrigatório das escolas municipais,porém, foi anunciado por Fernando Pedula, secretário da educação, que as escolas poderão receber 100% dos alunos a partir do dia 25 de outubro.  

"Não haverá mais rodízio nas escolas municipais. Todos os alunos podem ser atendidos todos os dias. Temos 19 escolas com problemas físicos. Nessas não vamos atender os alunos presencialmente [por enquanto]", informou.

(Foto: Divulgação / Câmara Municipal de Lupércio)


De acordo com estudos da gestão municipal, não há tendência de aumento de surtos causados pela doença nas escolas. 

O secretário ainda informou que a prefeitura não pretende tornar a presença obrigatório de alunos nas escolas. A opção de aula online fica à disposição dos pais ou responsáveis.

78,8% do público paulistano acima de 12 anos já está vacinado com as duas doses ou dose única. Acima dos 18 anos, 86,1% da população da capital paulista já concluiu o esquema vacinal.

A Prefeitura prevê que 100% da população adulta de São Paulo estará imunizada (com duas doses/única) entre 10 e 15 de novembro, segundo a pasta da Saúde.
Atualmente, há mais de 533 mil paulistanos que não foram tomar a 2ª dose um dia da data prevista no cartão de vacinação.



POR: Tamiris Felix




+LEIA TAMBÉM: Farmacêutica nacional assina acordo para importar vacina chinesa CanSino contra a Covid-19

+LEIA TAMBÉM: Casos de Covid-19 no mundo caem pela 4ª semana consecutiva, diz OMS

+LEIA TAMBÉM: ButanVac é segura e gera resposta imunológica contra a Covid-19, diz estudo inicial





Navio da Véia
Festa da Véia
Estádio 97
Energia na Véia
(11) 96650-7997
App Android
App iOS

Desenvolvimento
Hospedagem e
Streaming