Notícias

ButanVac é a nova vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Butantan

Imunizante utililizada matéria-prima brasileira e tecnologia contra a gripe, a expectativa é de produção a partir de maio


26/03/2021


CORONAVÍRUS

#EnergiaNews

Embalagem da vacina Butanvac (Foto: Leonardo Benassatto/REUTERS)

O Instituto Butantan anunciou o desenvolvimento da ButanVac, nova candidata vacina contra a Covid-19, e disse que vai solicitar a autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ainda nesta sexta-feira (26) para iniciar o estudos clínicos em voluntários.

 

RESUMO DO ANÚNCIO:

  1. Os testes podem começar em abril se a Anvisa autorizar;
  2. A fabricação começa em maio, e 40 milhões de doses estarão disponíveis a partir de julho, mas depende no aval da agência para serem aplicadas;
  3. A tecnologia é a mesma da vacina da gripe;
  4. O imunizante já leva em conta a variante brasileira, a P1;
  5. A garantia é de que a vacina produza uma reposta imune maior que as vacinas atuais;

"Protocolaremos esse material ainda hoje e vamos dialogar intensamente com a Anvisa para que ela perceba a importância da autorização do início desses estudos clínicos o mais rapidamente possível, para que possamos em um mês e meio, dois meses e meio, terminar essa fase de avaliação clínica e iniciar a produção", afirmou Dimas Covas, diretor do Instituto.


(Foto: Divulgação / Governo do Estado de S. Paulo)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que autorizou o começo da produção em maio, e projetou o inicio da vacinação em julho deste ano.

Dimas Covas diz que a vacina faz parte de uma nova geração de imunizantes, e acredita que a fase de testes possa ser mais rápida, o que vai permitir começar a vacinação em curto prazo.

"Nós aprendemos com as vacinas anteriores, já sabemos o que é uma boa vacina contra a Covid-19. Essa será uma vacina de segunda geração, mais imunogênica", disse Dimas.

Entretanto, as doses só poderão ser aplicadas a partir do momento que a Anvisa autorizar.

 


MAIS SOBRE A "BUTANVAC"

De acordo com Dimas Covas, a ButanVac começou a ser desenvolvida há exatamente um ano, em 26 de março de 2020. A vacina foi produzida com a matéria-prima brasileira e usando a mesma tecnologia brasileira do imunizante contra a gripe.

A vacina foi produzida com ovos e se utiliza da estrutura básica em um vírus que infecta aves. O vírus é modificado geneticamente e desenvolve a proteína S, que a Covid-19 usa para infectar as células humanas.

Dimas Covas afirma que o imunizante demonstrou oferecer reposte imune MAIOR do que as vacinas atuais.


POR: Tamiris Felix




ÚLTIMAS

+LEIA TAMBÉM: Anvisa recebe pedido de uso emergencial da vacina da Johnson & Johnson

+LEIA TAMBÉM: SP antecipa vacinação de pessoas com 69, 70 e 71 anos para esta sexta-feira (26)

+LEIA TAMBÉM: Brasil vai receber matéria-prima para produzir 32 milhões doses da vacina de Oxford







Navio da Véia
Festa da Véia
Estádio 97
Energia na Véia
(11) 96650-7997
App Android
App iOS

Desenvolvimento
Hospedagem e
Streaming