Notícias

Anvisa nega certificação de boas práticas a laboratório que fabrica a vacina contra a Covid-19, Covaxin

Documento é um pré-requisito para o imunizante ser aplicado no país e é fundamental para registro


30/03/2021


CORONAVÍRUS

#EnergiaNews


(Foto: Dibyangshu Sarkar/AFP)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) negou a certificação de boas práticas da farmacêutica indiana Bharat Biotech, responsável pela produção da vacina contra a Covid-19, Covaxin. A decisão foi publicada nesta terça-feira (30) pelo Diário Oficial da União.

A certificação é um dos pré-requisitos para o registro de medicamentos ou vacinas no Brasil. Para conseguir esse registro, as indústrias devem seguir as normas de segurança e qualidades estabelecidas pela agência.

Os inspetores da Anvisa estiveram na Índia no começo deste mês e verificaram que o laboratório não segue requisitos exigidos pela legislação do Brasil. Entre as avaliações, são analisadas a estrutura física da área de produção, o armazenamento e os laboratórios de controle de qualidade.

O pedido para certificação foi feito pela Precisa Medicamentos, que pretende importar a Covaxin para o Brasil, e para isso era necessário o aval da Anvisa. O Ministério da Saúde assinou um contrato, no fim de fevereiro com a farmacêutica para entrega de 20 milhões de doses da vacina indiana, entre março e maio. No último cronograma, no dia 19 de março, o ministério contava com oito milhões de doses do imunizante indiano, mais oito milhões de doses em abril, e quatro milhões de doses em maio, mesmo sem a aprovação do uso emergencial da Anvisa. Agora, com esse cenário, a previsão de entrega das doses do Ministério da Saúde vai de 47 milhões para 39 milhões em abril.

Vale lembrar que o imunizante só pode ser inserido no Plano Nacional de Imunização após autorização da Anvisa.


POR: Tamiris Felix




ÚLTIMAS

+LEIA TAMBÉM: Vacina contra COVID-19, Covaxin tem 80,6% de eficácia, aponta dados preliminares

+LEIA TAMBÉM: Vacina da Johnson contra a Covid-19 será testada em crianças e jovens no país

+LEIA TAMBÉM: Butantan afirma que a vacina ButanVac foi desenvolvida com base em tecnologia de hospital de NY

+LEIA TAMBÉM: Vacina da "AstraZeneca/Oxford" tem 79% de eficácia contra casos sintomáticos, diz estudo





Navio da Véia
Festa da Véia
Estádio 97
Energia na Véia
(11) 96650-7997
App Android
App iOS

Desenvolvimento
Hospedagem e
Streaming