#MuitoMaisEnergia

Os rumores eram reais! Joss Whedon ameaçou a carreira de Gal Gadot no set de gravação de "Liga da Justiça"

Além de reduzir a presença de Ciborgue no filme, o diretor ameaçou destruir a carreira de Gadot

07/04/2021


ENTRETENIMENTO

#EnergiaNews

Gal Gadot como Mulher-Maravilha e o cineasta Joss Whedon (Foto: Reprodução)

De acordo com o The Hollywood Reporter, as polêmicas envolvendo o cineasta Joss Whedon nos bastidores de Liga da Justiça (2017) foram muito reais.

Além de reduzir a presença de Ciborgue (Ray Fisher) no filme, devido a desentendimentos com o ator, Joss Whedon teria ameaçado a destruir a carreira de Gal Gadot (Mulher-Maravilha). Isso porque a atriz não concordou com Whedon sobre o desenvolvimento de sua personagem e sua exagerada sexualização.

Com o lançamento do Snyder Cut, ficou nítido que Diana Prince tinha um papel fundamental na trama, unindo os heróis, além de mostrar sua força e determinação. Já a adaptação de 2017, reduz totalmente a heroína além de ter sido um símbolo sexual e ofusca, contrariando o seu filme solo, comandado por Patty Jenkins. Gal Gadot criticou o papel da Amazona, além de não ter topado fazer uma cena de muito mal gosto, na qual mostra o Flash (Ezra Miler) cai sobre os seus seios. Tudo indica que ela não topo fazer essa cena, e a dublê da heroína entrou em ação.


(Foto: Reprodução / Internet)

Uma fonte de dentro da produção de Liga da Justiça, revelou que Whedon ainda tentou humilhar Patty Jenkins, afirmando a Gadot que o roteiro reescrito por estava bem melhor do que o que foi apresentado em Mulher-Maravilha.

Joss se gabava a todo momento por estar numa posição de prestígio como o novo diretor de ‘Liga da Justiça‘. Ele se aproveitou da imagem de Gal e dizia repetidas vezes que ele era o roteirista e que ela deveria se calar, pois não tinha autonomia para sugerir nada a ele. Gal detestou como Diana foi tratada de forma estúpida através dos diálogos reescritos por ele”, soltou a fonte.

Gal ligou para Patty [Jenkins] e elas fizeram questão de lutar com unhas e dentes para ele não estragar ainda mais a imagem da Mulher-Maravilha”,  contou.

A informação faz todo o sentindo, já que Gadot havia falado ao site sobre a polêmica, mas sem divulgar detalhes.

“Tive meus problemas com Whedon e reportei a situação à Warner Bros. Tudo foi resolvido em tempo hábil, disse ela ao THR.

Vale lembrar que quem teve a iniciativa de enfrentar Joss Whedon foi Ray Fisher (Ciborgue), ele alegou que os produtores-executivos Geoff Johns e Jon Berg deram a Whedon acesso livre enquanto ele demostrava um comportamento “nojento e abusivo” no set de gravação de Liga da Justiça.

“O tratamento de Joss Whedon no set com o elenco e na equipe da ‘Liga da Justiça’ foi nojento, abusivo, pouco profissional e completamente inaceitável. Isso foi permitido, de várias maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade> Entretenimento”, disse ele em suas redes sociais.

(Foto: Reprodução / Twitter @ray8fisher)



POR: Tamiris Felix





ÚLTIMAS

+LEIA TAMBÉM:  "Liga da Justiça": Gal Gadot quebra silêncio sobre os abusos de Joss Whedon no set de gravação

+LEIA TAMBÉM: 
Warner Bros. decidiu remover a introdução de Ray Fisher como Ciborgue no filme solo do "Flash"; Entenda!






⇦ Voltar
(11) 96650-7997
Áudio
Vídeo
Parado - Volume 50%
Programação Energia 97
Loud Luxury - Body

280 / 280 caracteres