Notícias

Johnny Depp diz que vai lutar para permanecer na indústria cinematográfica contra o suposto boicote de Hollywood

O astro ainda disse que essa luta será para honrar o apoio e fidelidade dos seus fãs


17/08/2021


ENTRETENIMENTO

Cinema e Séries / Famosos  e TV / Games / Música & Performances


Johnny Depp  (Foto: Getty)

A vida profissional de Johnny Depp não está das melhores... Ele está sofrendo rejeição de Hollywood após o polêmico julgamento contra a sua ex-esposa, Amber Heard.

Após afirmar publicamente que estava sendo boicotado por Hollywood, Depp concedeu uma nova entrevista ao The Times e se posicionou contra a exclusão, dizendo que lutará para se manter na indústria. Para ele, sua luta será para honrar o apoio e a fidelidade de seus fãs, e que ele mesmo diz ser seus "verdadeiros patrões".

“Eles [os fãs] sempre foram meus patrões. Eles são todos os nossos empregadores. Eles compram os ingressos, os produtos. Eles enriqueceram todos aqueles estúdios, mas aquelas pessoas se esqueceram disso há muito tempo. Mas eu definitivamente não me esqueci. E estou orgulhoso dessas pessoas, por causa do que estão tentando dizer, que é dizer a verdade. A verdade que eles estão tentando divulgar, já que os veículos mais convencionais não o fazem. É uma longa estrada que às vezes fica difícil.
Às vezes é  simplesmente estúpido. Mas eles continuaram andando comigo e é por eles que lutarei. Sempre, até o fim. Independente de qual luta for"
, contou.


HOLLYWOOD BOICOTOU JOHNNY DEPP?
Em entrevista ao Sunday Times para promover seu novo filme Minamata, o ator disse que a polêmica situação entre ele e sua ex-esposa está atrapalhando o lançamento da produção nos cinemas dos Estados Unidos. 

SINOPSE 
"W. Eugene Smith (Johnny Depp) ganhou fama fotografando nas linhas de frente durante a Segunda Guerra Mundial, mas agora vive como um recluso. Quando o editor da Life Magazine o pede ajuda para expor um grande escândalo, ele retorna ao Japão para revelar ao mundo a realidade dos moradores de Minamata, uma cidade costeira em que a comunidade está sendo envenenada por mercúrio".


(Foto: Divulgação)

O astro revelou que “olhou nos olhos dos executivos de Hollywood”  e disse que o filme mostraria as verdadeiras tragédias que aconteceram, mas o longa foi boicotado por sua causa.

“Alguns filmes tocam as pessoas. É o caso do que aconteceu em Minamata e com pessoas que passam por coisas semelhantes. Mas antes de pensarem nisso, eles valorizaram mais o boicote que Hollywood promoveu para mim. Um homem, um ator em uma situação desagradável e complicada nos últimos anos”, disse Depp.

O cineasta Andrew Levitas já havia enviado uma carta de reclamação aos estúdios da MGM e outros para protestar contra a decisão de "arquivar" o filme Minamata após os escândalos envolvendo o nome de Johnny Depp.




POR: Tamiris Felix





+LEIA TAMBÉM: "tempos melhores virão", diz Johnny Depp aos seus fãs

+LEIA TAMBÉM: Robert Downey Jr. ajuda Johnny Depp e oferece um papel IMPORTANTE em seu novo filme





Navio da Véia
Festa da Véia
Estádio 97
Energia na Véia
(11) 96650-7997
App Android
App iOS

Desenvolvimento
Hospedagem e
Streaming